Férias no Marrocos

Guia do Marrocos

Na Sprachcaffe, sabemos que a preparação para uma viagem é uma forma de antecipar a alegria e a satisfação. Para que você possa aproveitar o seu curso de árabe em Rabat juntamos todas as informações sobre Marrocos que você precisará. Esperamos que essas informações sejam úteis para você e lhe desejamos uma boa viagem!

Requisitos para viajar à Marrocos

Antes de organizar a sua viagem, talvéz você tenha que obter um visto para o Marrocos. Dependendo de sua nacionalidade e da duração de sua estadia, você precisará de um visto ou não.

Para mais informações sobre Marrocos e os requisitos para viajar, visite a nossa página de Visto para Marrocos.

Sistema de Saúde de Marrocos

O Sistema de Saúde de Marrocos geralmente é bom. Nas grandes cidades, você encontrará clínicas privadas pessoais bem preparadas, em muitos casos com profissionais formados na Espanha e França. Nas zonas rurais ou desérticas, a infra-estrutura pode ser algo limitada, portanto é recomendável ter algumas preocupações. Somente recorra ao hospital em caso de extrema urgência sendo preferível retornar ao seu lugar de origem.

É importante contratrar no seu país de origem um seguro de viagem e de saúde confiável que inclua assistência e translado médico, caso contrário poderá ser muito custoso. Se você viaja com automóvel, este deve estar preferivelmente com um seguro de máxima cobertura.

Não há nenhuma vacina obrigatória para viajar à Marrocos, mas é recomendável a vacina contra a tuberculose.

Tenha extrema atenção com a higiene, preste atenção nas comidas e bebidas. Beba sempre água engarrafada ou bebidas fechadas e lave bem as frutas e verduras com atenção especial. Também é recomendável não comprar comida em postos ambulantes. No verão é recomendável evitar o consumo de saladas que não foram feitas conosco.

Uma boa idéia é levar durante a viagem comprimidos antidiarréico, comprimidos para resfriados, ou comprimidos para combater infecções assim como protetor solar e repelente para mosquitos.

História de Marrocos

Os primeiros vestígios humanos relatam que o território de Marrocos foi povoado à partir o período neolítico. Desde então, nestas terras passaram vários povos, como os fenícios, romanos, vândalos, visigodos, bizantinos e de forma permanente nas zonas de montanhas com os bereberes.

No Séc VII foi introduzido o Islamismo nas terras marroquinas e começou a modernização do país. O Marrocos se transformou na maior potência regional, mas o império se deteriorizou rapidamente por causa de inúmeras guerras civis.

Entre o Séc XV e XVI, Portugal, Espanha e Inglaterra competiram e ocuparam diferentes territórios do norte da África. Foi então quando Ceuta e Melilla passaram a formar parte do Reino da Espanha, situação que continuou até os dias de hoje.

Entre os Séc XVI e XX, a dinastia Alaui manteve o controle do país. O Marrocos foi o primeiro país a reconhecer a independência dos Estados Unidos e o tratado assinado entre os dois países é considerado o tratado de integração mais antigo do país americando.

Durante o Séc XX, as grandes potências européias mostraram grandes interesses no território de Marrocos. Tornou-se uma colônia da França e da Espanha, o que não significou uma ocupação, embora na prática Marrocos é uma colônia mais dos dois países, pois estes controlam suas finanças, agricultura e política exterior indiretamente. A França melhorou as infraestruturas mas ocupou as melhores terras, em contradição às necessidades da vida e educação da população, por isso que o povo aproveitou a Carta Atlântica durante a II Guerra Mundial para declarar a sua independência.

No dia 2 de março de 1956, o Marrocos declarou a sua independência durante o governo de Mohammed V. Nos anos sessenta, a educação e o modo de vida melhoraram, mas começou a minimizar o poder do povo. Com a subida de Mohammed VI ao poder em 1999 foram realizadas importantes mudanças democráticas e melhoraram consideravelmente os direitos da mulher.

Atualmente, o Marrocos está firmada perante a Constituição e é uma Monarquia Constitucional, com um parlamento eleito pelo povo. O Rei de Marrocos tinha amplos poderes executivos para dissolver o governo e o Parlamento, assim como comandar as forças militares, além de outros poderes. Os partidos políticos de oposição são permitidos e vários se apresentaram nas eleições nos últimos anos.

Informações Gerais sobre o Marrocos:

  • Nome Oficial: Reino de Marrocos
  • Área Territorial: 710.850 Km²
  • Habitantes: 31.600.000 habitantes
  • Capital: Rabat
  • Forma de Governo: Monarquia Constitucional (desde 1956)
  • Idioma Oficial: Árabee bereber
  • Moeda: Dirham
  • Religião: Muçulmana

Clima em Marrocos:

Em Marrocos há diversos tipos de clima, dependendo da região onde você se encontre. Na costa litorânea, o clima é quente e mediterrâneo, embora no interior, o clima é seco e continental. Ao sul do país, o clima é quente e seco durante quase todo o ano, com noites muito frescas nos meses de dezembro e janeiro.

Não tem como esquecer a temporada de chuvas que começa em novembro até março. No verão, as temperaturas são bastante altas em geral. Mas no inverno a temperatura média em Marrakech e Agadir é de 21º.

Moeda

Em relação à troca de moedas, os Dirham somente podem ser obtidos em Marrocos. As moedas devem ser trocadas somente nas casas de câmbios oficiais. Não toque sua moeda estrangeira nas ruas ou avenidas do país, pois é uma prática ilegal e não muito confiável. O melhor é fazê-lo nos bancos.