Guia de viagem da Itália

A Itália não oferece apenas uma comida deliciosa. Descubra o que mais torna a Itália tão especial.

Conheça a Itália »

Comece a planejar suas férias e economize até 400 euros!

Garanta já o seu desconto Espresso ☕ !

Saiba mais

Turismo na Itália

Um curso de italiano na Itália pode ser a desculpa perfeita para conhecer este país incrível e romântico do Mediterrâneo. A cultura, a gastronomia e o caráter dos italianos, sem dúvida, contribuírão para que a sua viagem de intercâmbio seja perfeita e você possa aproveitar bastante as suas férias na cidades de Florença ou na Região da Calábria.

Para que você possa preparar a sua viagem de intercâmbio o melhor possível, reunimos todos os tipos de informações úteis sobre o turismo na Itália. Prepare-se para aproveitar e curtir muito a Itália!

Itália - Um destaque histórico

Inúmeros edifícios históricos, como o Coliseu de Roma e a Torre Inclinada de Pisa, mas também obras de arte de grandes artistas como Michelangelo e Da Vinci esperam por você! A Itália é um país onde a história está viva. Em todos os lugares você encontrará evidências de tempos e impérios passados.

Seja no sul, no norte ou no centro: cada região da Itália tem suas particularidades e muito a oferecer. Você poderá experimentar férias culturais na fortaleza renascentista de Florença!

Curiosidades sobre a Itália

✓ Capital: Roma

✓ Forma de governo: república parlamentar

✓ População: 60.501.718

✓ Número de emergência: 118

✓ Código do país: +39


Informações gerais sobre a Itália

Geografia

Grande parte da península italiana é cercada pelo Mar Mediterrâneo. O país faz fronteira com a Suíça ao norte, a França ao noroeste e a Áustria, Eslovênia e Croácia ao nordeste. A Itália é fácil de identificar no mapa europeu porque sua forma lembra uma bota quando vista de cima. A Itália também inclui várias ilhas mediterrâneas, sendo as mais conhecidas a Sicília e a Sardenha.

Fuso horário

A Itália pertence ao fuso horário da Europa Central (inglês: Central European Time, CET ).

Clima e temperatura

Por causa de seus verões quentes, a Itália é um destino turístico popular. No norte da Itália, a influência do Mar Mediterrâneo é limitada. No inverno, pode até haver geada leve e ocasionalmente nevar ao redor do Vale do Pó. De novembro a janeiro, muitas vezes há muito nevoeiro nesta área.
No resto da Itália, os verões são longos e quentes, com alta umidade, especialmente no sul da Itália e nas ilhas italianas, há um clima mediterrâneo quente quase o ano todo. O outono chega tarde, os invernos são amenos e as temperaturas diurnas variam entre 10 e 15°C. No verão, por outro lado, fica muito quente, com temperaturas muitas vezes superiores a 40 °C. Como resultado, períodos de seca podem ocorrer no sul durante os meses de verão. A Itália central tem invernos mais amenos e verões secos devido à influência do Mar Mediterrâneo.

A Itália também é o país europeu com os vulcões mais ativos. Destes, o Etna, com 3323 metros de altura, e o Stromboli, com 926 metros de altura, são os mais conhecidos.

Janeiro

☀️ Máxima: 11°
❄️ Mínima: 1°
🕗 Horas de sol: 3h
🌧️ Dias chuvosos: 7

Fevereiro

☀️ Máxima: 13°
❄️ Mínima: 2°
🕗 Horas de sol: 5h
🌧️ Dias chuvosos: 7

Março

☀️ Máxima: 16°
❄️ Mínima: 4°
🕗 Horas de sol: 8h
🌧️ Dias chuvosos: 9

Abril

☀️ Máxima: 20°
❄️ Mínima: 6°
🕗 Horas de sol: 7h
🌧️ Dias chuvosos: 8

Maio

☀️ Máxima: 25°
❄️ Mínima: 9°
🕗 Horas de sol: 10h
🌧️ Dias chuvosos: 7

Junho

☀️ Máxima: 29°
❄️ Mínima: 13°
🕗 Horas de sol: 10h
🌧️ Dias chuvosos: 6

Julho

☀️ Máxima: 30°
❄️ Mínima: 18°
🕗 Horas de sol: 11h
🌧️ Dias chuvosos: 3

Agosto

☀️ Máxima: 27°
❄️ Mínima: 17°
🕗 Horas de sol: 10h
🌧️ Dias chuvosos: 3

Setembro

☀️ Máxima: 26°
❄️ Mínima: 12°
🕗 Horas de sol: 7h
🌧️ Dias chuvosos: 5

Outubro

☀️ Máxima: 23°
❄️ Mínima: 9°
🕗 Horas de sol: 5h
🌧️ Dias chuvosos: 9

Novembro

☀️ Máxima: 16°
❄️ Mínima: 5°
🕗 Horas de sol: 3h
🌧️ Dias chuvosos: 11

Dezembro

☀️ Máxima: 11°
❄️ Mínima: 0°
🕗 Horas de sol: 3h
🌧️ Dias chuvosos: 9


Organizando viagens para a Itália

Requisitos de entrada

Os cidadãos da União Européia não precisam de nenhum tipo de visto para a Itália, somente um passaporte ou o documento de identidade válido. No caso dos cidadãos portugueses, somente é necessário a carteira de identidade do país para viajar e entrar na Itália. Assim como os portugueses, os brasileiros também não precisam de visto para entrar na Itália, porém é necessário a apresentação do passaporte válido por alguns meses depois da sua data de retorno e da passagem de ida e volta ao país de residência.

Por outro lado, a Itália mantém vários acordos bilaterais com vários países. Dependendo da sua nacionalidade, você precisará de um ou outro tipo de visto para Itália.

Mais informações

Os estudantes dos países não mencionados, devem requerir um visto para entrar na Itália a qualquer momento. Para mais informações sobre o visto italiano, por favor acesse às páginas das Embaixadas e Consulados do Brasil ou Portugal.

Moeda

Em 2002, o euro substituiu a lira italiana como moeda legal na Itália.

As moedas de euro italianas são fortemente inspiradas na arte. Por exemplo, o verso da moeda de 1 euro mostra o Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci, e a moeda de 10 centavos mostra o Nascimento de Vênus de Botticelli. Por outro lado, na moeda de 2 euros, você pode ver um retrato do escritor Dante Alighieri de Raphael. Dante Alighieri é considerado um dos poetas mais famosos da literatura italiana e ainda hoje é lido nas escolas e universidades italianas.

Assistência médica

A Itália tem um sistema de saúde muito bom e oferece instalações médicas suficientes e fornecimento de medicamentos.

Os cidadãos da União Européia na Itália contam com diversas vantagens caso haja necessidade de receber assistência médica durante a sua estadia. Com o Cartão de Saúde Europeu, você terá direito a receber atendimento médico no Servizio Sanitario Nazionale (Serviço de Saúde Nacional).

Mesmo assim, nem todos os tratamentos médicos estarão cobertos, portanto recomendamos que faça um seguro de saúde privado que cubra você durante toda a sua estadia. Isto é um requisito indispensável para entrar no Território de Schengen.

Checklist do que levar para a viagem

Para que você esteja perfeitamente preparado, preparamos um checklist para você.


Sociedade e vida cotidiana na Itália

Religião

A Itália é um país fortemente católico. Em 2000, o país tinha 227 dioceses com 252 bispos titulares. Em 2008, 85% da população da Itália professava ser católico.

Política

A Itália é uma república parlamentar desde 1946. O chefe de Estado é o Presidente. Sergio Mattarella ocupa o cargo desde fevereiro de 2015 e é o décimo segundo presidente da República Italiana. A primeira ministra desde outubro de 2022 é Giorgia Meloni, e é a primeira mulher a ocupar tal cargo.

Idioma nacional e comunicação

Além do idioma oficial, o italiano, o alemão e o ladino também são falados no sul do Tirol, assim como o francês no Vale de Aosta.

A princípio, existem muitos dialetos na Itália, muitos dos quais são falados ativamente. Geralmente é feita uma distinção entre os dialetos do norte da Itália, como B. Lombard e veneziano; dialetos toscanos; italiano central (dialeto romano) e dialetos do sul da Itália (por exemplo, siciliano). O italiano falado que é ensinado nas escolas evoluiu do dialeto toscano. É por isso que muitos dizem que a Toscana é um bom lugar para viajar para aprender italiano.

Transporte público

Você pode chegar a quase qualquer lugar na Itália de ônibus. Muitas vezes mais barato do que de trem. Existem diferentes ônibus para os diferentes destinos: ônibus urbanos, ônibus regionais e ônibus nacionais. Dependendo da cidade, os bilhetes às vezes são vendidos no ônibus e às vezes em balcões ou estações de trem.

Você também pode pegar o trem. A maioria dos trens pertence à Trenitalia. Com eles ou outros trens regionais, você pode viajar de um lugar para outro de forma relativamente barata. A rede ferroviária é bem desenvolvida, você pode até viajar para a Sicília em combinação com trem e balsa. Quase todas as grandes cidades podem ser alcançadas de trem.
Você pode comprar os bilhetes no balcão, na Internet ou nas máquinas de bilhetes da estação de trem.
O meio de transporte mais rápido, é o Eurostar Italia, também chamado de Frecciarossa.


Cultura e história da Itália

História

A Itália exerceu uma profunda influência na história mundial e na civilização ocidental em particular. Por suas terras passaram várias culturas como os etruscos e os latinos, e foi o berço do Império Romano, cuja cultura definiu o mundo ocidental como hoje conhecemos.

Os primeiros povos da Itália foram os lígues e etruscos. Na costa sul da penísula foi encontrado vestígios de colônias gregas e etruscas. As culturas grega e etrusca influenciaram muito na cultura romana, tanto que os primeiros reis de Roma foram etruscos.

Em 753 a.C, a cidade de Roma foi fundada às margens do Rio Tibre. Desde o começo até meados de 500 a.C. foi governada pela monarquia que foi substituída por uma república. A grande expansão de seus territórios assim como os diversos conflitos internos deram lugar ao fim da república e ao nascimento do Império Romano. No seu apogeu, extendeu-se por toda a Europa, o norte da África e as terras próximas do Oriente. Não só a cultura, como também a arquitetura, contruções, leis e muitos outros aspectos marcaram o início do mundo civilizado que hoje conhecemos.

A separação em dois e a mudança da capital para a Constantinopla marcaram o início do final do Império. Em meados de 800 d.C. várias tribos germânicas, normandicas e francas se estabeleceram nas terras do império e Carlos Magno anexou parte do norte da Itália ao seu império. Vários séculos de guerras civis terminaram com a criação do Império Franco e o que hoje é a Alemanha. Surgiram as cidades-estados enquanto o poder da igreja seguia crescendo.

Durante os séculos seguintes, a Itália foi dominada pelos espanhóis, austríacos e franceses. Apesar de todos esses conflitos, a criação de obras artísticas e arquitetônicas imergiram bastante, sendo a região da Toscana o berço do Renascimento.

No Séc XIX, surgiu o sentimento nacionalista italiano resultado na união do Reino da Itália por Garibalid, Cavour e Mazzini. Mesmo assim, sempre houve certas diferenças entre o norte e o sul, principalmente sociais. No Séc XX, Mussolini chegou ao poder, revogando direitos civis, e aliando-se à Hitler durante a II Guerra Mundial. Em 1945 e 1948, finalmente foi criada uma nova Constituição. Atualmente, a Itália é uma República que foi abalada por encândalos e corrupções em vários governos.

Eventos na Itália

Scoppio del Carro: (Páscoa) O evento em Florença acontece todos os anos no domingo de Páscoa: um carro com fogos de artifício é puxado pela cidade por dois bois brancos e depois incendiado em frente à catedral. Este ritual remonta ao tempo dos cruzados e tornou-se um verdadeiro íman para os visitantes.

Maggio Musicale Fiorentino: (abril - maio) Você gosta de óperas e concertos? Então o festival anual de ópera em Florença é imperdível para você! Óperas contemporâneas e antigas são apresentadas nesta ocasião desde 1933. Maggio Musicale é o primeiro festival de música da Itália e acontece em várias casas de ópera e teatros.

ART - Feira Internacional de Artesanato: (abril a maio) Produtos artesanais como acessórios, prata, ouro e bijuterias, móveis, produtos de saúde e beleza, alimentos e bebidas estão em exposição nos nove dias da Feira de Artesanato da Primavera. Expositores de mais de 50 países apresentam seu artesanato aqui.

Festival da Cebola Vermelha: (julho - agosto) As melhores cebolas do mundo crescem em Capo Vaticano, que pertence ao município de Ricadi: são a base da culinária mediterrânea e possuem popularidade mundial. Lá e em Tropea, a "Rainha das Frutas Tropeanas" é celebrada todos os anos com pratos tradicionais, jogos de rua e música.

Festival do bacalhau: (agosto) Um dos festivais culinários mais importantes da Itália é o Festival do bacalhau em Mammola. Todos os anos, o bacalhau é preparado e celebrado nas mais variadas iguarias nas ruas desta vila medieval. Danças tradicionais, música e performances completam o festival.

A Festa della Rificolona: (setembro) Os italianos celebram o nascimento da Virgem Maria em 7 de setembro. As pessoas em Florença desfilam pela cidade com lanternas de papel. Este é um festival muito tradicional e celebrado desde o Renascimento.

Festival dei Popoli: (novembro - dezembro) O festival internacional de documentários foi fundado em Florença em 1959 por estudantes. Vários documentários internacionais e italianos serão exibidos ao longo de oito dias.

Feriados públicos

Na Itália, além dos feriados católicos romanos (Natal, Páscoa, etc.), são celebrados os seguintes feriados:

No dia 6 de janeiro, a Befana chega às crianças de forma clássica. Ela representa a contraparte de São Nicolau, uma bruxinha da crença popular italiana que traz presentes para as crianças.
Em 25 de abril, é comemorado o Dia da Libertação da Itália (Anniversario della Liberazione). Neste dia Benito Mussolini foi preso em 1945.
O Dia do Trabalho (Festa del Lavoro) é comemorado em de maio.
O Dia da República (Festa della Repubblica) por sua vez, é comemorado no dia 2 de junho. O dia foi definido como feriado para comemorar o referendo da Itália em 2 de junho de 1946. No referendo, a maioria dos italianos votou a favor de uma república.
Em 15 de agosto, Ferragosto (Assunção de Maria) é comemorado. Este dia é particularmente importante na Itália e muitos italianos planejam suas férias em torno deste dia, já que 15 de agosto é considerado o dia mais quente do verão italiano, marcando o 'ponto de virada do verão'.

Alimentação

Não é segredo que os italianos têm muito orgulho de sua comida. Na Itália as pessoas não comem apenas, cada refeição é celebrada.

Na Itália existe o Ristorante, a Osteria e a Trattoria. Por via de regra, o Ristorante tende a ser mais sofisticado, enquanto os demais tendem a ser mais simples.

Quase em toda a Itália, as pessoas comem muito tarde da noite. Para encurtar o tempo de espera entre o almoço e o jantar, existe a possibilidade de tomar um aperitivo com os amigos num bar. Isso significa que você pede uma taça de Prosecco ou um Aperol Spritz e come alguns petiscos, que são servidos gratuitamente com a bebida. Quanto mais incomuns os aperitivos, mais cara a bebida. Mais tarde, você pode ter um jantar adequado.

Uma refeição completa na Itália consiste em um aperitivo (antipasto), o primeiro prato (primo), que é principalmente macarrão ou sopa, o segundo prato (secondo), um prato de carne ou peixe e uma sobremesa final. Após a refeição ainda há espaço para um café e/ou um digestivo (ex. limoncello). Pão e água geralmente estão incluídos em todas as refeições e estão incluídos no "preço de capa" (coperto).

Os pratos variam de acordo com a região. Por exemplo, a cozinha toscana inclui crostini (pão torrado com patê de fígado, por exemplo) e ribollita, uma sopa com legumes e pão, além do prato tradicional fagiolini alla fiorentina (feijão verde com azeite). Além disso, Florença, a capital da Toscana, é conhecida por sua bistecca alla fiorentina, um corte de carne assada na brasa que pesa pelo menos 500 gramas.O Baccalà (bacalhau salgado) é uma especialidade de Veneza.
No sul da Itália, as azeitonas são parte integrante dos antepastos, sem os quais nenhum cardápio italiano começa. Pratos de massa com leguminosas, como grão de bico e vários tipos de feijão, são particularmente comuns no sul.
O peixe fresco é um prato principal popular na costa. Peixes maiores como espadarte (pesce spada) e atum (tonno) são deliciosamente grelhados ou fritos de várias maneiras.


Curiosidades sobre a Itália

Erros mais frequentes

Se você ligar para a Itália do exterior, também deverá discar o "0" do respectivo código de área. Exemplo: número de telefone 0039-055.

Como em todas as grandes cidades, você também deve cuidar da sua bolsa nas principais cidades italianas, como Florença ou Roma. Os batedores de carteira são frequentemente encontrados em atrações turísticas ou no transporte público.

Não é comum em todos os lugares receber seu café ou sorvete após o pagamento. Em alguns cafés e sorveterias é comum você pagar primeiro e depois ir ao balcão com o recibo (scontrino) e pedir seu croissant ou panini.

Dicas + Truques

Como você já paga o coperto no restaurante, é incomum adicionar uma gorjeta. No entanto, se você ainda quiser fazer isso porque gostou particularmente do serviço, pode fazê-lo. Você deve observar que não é costume na Itália incluir gorjetas na conta. Se você quiser deixar uma gorjeta, primeiro pague a conta integralmente e depois deixe a gorjeta na mesa ao sair. Você também pode deixar uma pequena gorjeta para o taxista, guia turístico ou porteiro.

Pequeno dicionário

PORTUGUÊS

ITALIANO

 

Olá!

Ciao!

 

Bom dia!

Buongiorno!

 

Boa noite!

Buona notte

 

Bem-vindo!

Benvenuto/Benvenuta

 

Como você vai?

Come stai?

 

Ótimo, obrigado!

Bene, grazie

 

E você?

E tu?

 

Muito obrigado!

(Mille) Grazie

 

De nada!

Prego

 

Até logo!

A più tardi

 

Tchau!

Ciao!

 

Estou perdido

Mi sono perso/persa

 

Posso ajudar?

Posso aiutarle?

 

Pode me ajudar?

Puo aiutarmi?

 

Onde fica o banheiro/farmácia?

Dov'è il bagno/ la farmacia?

 

Você fala inglês?

Parla (inglese)?

 

Meu nome é …

Mi chiamo...

 

Vídeos

Florença de forma impressionante

Como uma imagem vale mais que mil palavras, você definitivamente deveria assistir a estes vídeos da Itália: